Economia, Ensino, Saúde, Transporte, Turismo e Cultura em Mato Grosso do Sul

Atividades econômicas

 

O setor primário abrange, em nosso estado, principalmente a agricultura, a pecuária, a avicultura, a piscicultura e o extrativismo. O extrativismo concentra-se ma caça, pesca e a extração de madeira, erva-mate, carvão vegetal e mineiros, como o manganês e o calcário. Já o setor secundário abrange a industria extrativa e a industria de transformação. Incluindo também a construção civil. O setor terciário abrange o comercio, o turismo, os transportes, as comunicações, a educação, os serviços de saúde e todo tipo de prestação de serviços, como restaurantes, hotéis, propaganda, armazenagem e ainda atividades mercantis exercidas por profissionais liberais, como advogados, fisioterapeutas, médicos, cabeleireiros, massagistas, engenheiros, barbeiros, taxistas, veterinários.

 

O setor primário

A agropecuária no estado de Mato Grosso do Sul,é a atividade econômica que mais se destaca, abrangendo, atualmente:

 

Cerca de 1,5 milhão de hectares de culturas (soja, cana-de-açúcar, trigo, milho etc.);

16 milhões de hectares com pastagens plantadas;

6 milhões de hectares de pastagens naturais;

 

O setor secundário

A indústria em Mato Grosso do Sul esta diretamente ligada ás atividades agropecuárias de mais destaques, produzindo couro, farelo de soja, embutidos de suínos e aves, farinha de trigo, farinha de milho e farinha de mandioca, além de outros produtos alimentícios. Há também a extração de minerais, madeira e gás natural, produção de fertilizantes, entre outros. Existem ainda 52 laticínios que pasteurizam o leite e fabricam derivados, 47 frigoríficos de bovinos, além de diversas industrias de bebidas, beneficiamento de arroz e café, gráficas, padarias, fabricas de sabão, medicamentos etc.

 

O setor terciário

Apesar de ser um setor mais diversificado, podemos dizer que ele engloba basicamente o comercio e os serviços. No estado as atividades do setor estão voltadas principalmente para o comercio varejista, com mais de 20 mil estabelecimentos, predominantemente no ramo de comercialização de produtos alimentícios e vestuário. O maior volume comercial encontra-se nas cidades de Campo Grande, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas. A prestação de serviços por sua vez sejam eles realizados por trabalhadores autônomos ou empresas privadas e ainda os realizados pelo governo, abrange diversas áreas, como turismo, limpeza e conservação,publicidade, ensino, diversão, informatização, transporte, comunicação, saúde entre outros.

 

Ensino

O ensino em Mato Grosso do Sul é ministrado por meio de uma rede de escolas publicas e particulares que oferecem educação infantil, ensino fundamental e médio, ensino técnico e ensino superior.

 

O estado conta com as seguintes universidades:

Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul- UEMS

Universidade Católica Dom Bosco- UCDB

Universidade Federal de Mato Grosso do Sul- UFMS

Universidade da Grande Dourados- UNIGRAN

Universidade Federal da Grande Dourados- UFGD

Universidade Anhaguera- UNIDERP

 

Saúde

Os serviços de saúde em Mato Grosso do Sul, são oferecidos por uma rede de hospitais públicos e provados, clinicas particulares, postos de saúde municipais, laboratórios. O estado conta ainda com cursos superiores na área de saúde, como Enfermagem, Fisioterapia, Odontologia, Medicina, Farmácia e Bioquímica, Fonoaudiólogia, Psicologia etc.

 

Transporte

O transporte, em Mato Grosso do Sul utiliza uma malha rodoviária de aproximadamente 57 mil quilômetros de rodovias pavimentadas, implantadas e de leito natural, que integra o estado a grandes centros consumidores do Sul e Sudeste do Pais, e dois eixos ferroviários, a NOVOESTE que atravessa o estado no sentido Leste-Oeste, de Três Lagoas, passando por Campo Grande, até Corumbá, com um ramal que liga Campo Grande e Ponta Porã e a FERRONORTE que corta a região nordeste, interligando o município de Aparecida do Taboado, divisa com São Paulo, a Alcinópolis, na divisa da região de Alto Taquari. Já no que diz respeito as Hidrovias a navegação fluvial tem como se principal porto o de Corumbá, seguido pelos Ladário, Porto Esperança e Porto Murtinho, todos mo rio Paraguai. As principais rodovias são: BR-262: Interliga Três Lagoas á Corumbá, BR-267: Interliga Bataguassu á Porto Murtinho, BR-163: Interliga Mundo Novo á Sonora. O estado conta ainda com Quatro aeroportos internacionais: em Campo Grande, Corumbá, Dourados e Ponta Porã.

 

Turismo

O turismo ecológico é uma importante fonte de renda para o nosso estado. A região do Pantanal,por exemplo, atrai visitantes do país e do mundo, pois, além da fauna e da flora, o turismo pode visitar as sedes de fazendas, percorrer as trilhas do gado e aproveitar as cavalgadas pantaneiras. Outros atrativos são o Parque Nacional da Serra da Bodoquena e as grutas e rios cristalinos da região de Bonito. As fronteiras internacionais, com o Paraguai e a Bolívia, atraem visitantes para as cidades de Bela Vista,Corumbá, Porto Murtinho e Ponta Porã interessados na compra de artigos importantes.

 

Alguns dos principais eventos do estado

Exposição, rodeios, festas juninas, comidas típicas, festas regionais.

Festa da Lingüiça em Maracaju.

Festa da Guavira em Bonito.

Festa de Nossa Senhora do Caacupé em Jardim.

Festival de Inverno de Bonito.

Pantaneta (Carnaval fora de época) em Aquidauana.

Festa Junina em Jateí.

Festa do Peixe em Coxim.

 

Culinária Regional

Caldo de piranha, arroz com pequi, carne-seca com pirão de Leite, dourado na folha da bananeira, peixe na telha, pucherada, sopa paraguaia, arroz-doce com gemada, pudim de jenipapo, doce de mangaba são algumas receitas culinárias mato-grossense.

 

Artesanato

O nosso artesanato é rico e variado, principalmente o artesanato indígena, e representa uma fonte de renda para muitas família, porque atrai compradores de varias regiões, geralmente turistas.

 

 

Referência Bibliográfica:

Gressler, Lori Alice, Geografia do Mato Grosso do Sul, 4° serie/ Lori Alice Gressler, Luiza Mello Vasconcelos, -1. ed. –São Paulo: FTD, 2005.  

 

 

Informações adicionais